Do EPHEMERA

Colecção do Camponês, incluindo todos os muito raros primeiros números, tirados por processos artesanais que impediam grandes tiragens, incluindo os originais à máquina com notas manuscritas dos funcionários responsáveis. Esta colecção deve ter feito parte dos documentos do PCP que ficaram na posse de Francisco Martins Rodrigues em Paris e tem uma indicação manuscrita de que se destinava a preparar uma brochura sobre Lutas nos Campos.

17-03-2009-01

17-03-2009-02

Anúncios

Um pensamento sobre “

  1. Independentemente da origem da colecção ser muito interessante, este jornal foi importante no seu tempo. É pena que o seu conteúdo não esteja disponível no site do PCP (como está o TÊXTIL, o AVANTE! e outros jornais).
    O conteúdo do jornal era por vezes desconcertante. Embora a maioria dos números possa conter de facto notícias e orientações relativas às condições de vida e lutas populares, por vezes o espaço dedicado a outras questões é difícil de entender.
    Por exemplo, tenho um número de 1952 em formato próximo do A4 quase inteiramente preenchido por um discurso de Estaline proferido numa ocasião que hoje parece irrelevante, com a menção detalhada de todas as interrupções por aplausos e a ovação final, quando pareceria muito mais proveitoso referir-se às chamadas “lutas populares”. Outro que eu tenho de 1953 cujo conteúdo principal é esse mesmo, as “lutas populares”, tem metade do tamanho do outro… Questões de prioridades?
    Abraço
    Augusto Mouta

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s