II VOLUME – PRIMEIRA NOITE DE CLANDESTINIDADE DE SOEIRO PEREIRA GOMES E ATILANO DOS REIS (“JORGE REIS”)

II Volume – pag. 430 – Na descrição da primeira noite de clandestinidade de Soeiro Pereira Gomes, segundo Jorge Reis, não dormiram no chão, mas sim numa pequena cama de ferro, deitados na lateral da cama para caberem todos. Ainda segundo esta minha fonte, passaram (Soeiro e Jorge) parte da noite a falar, por entre uma tremenda e quase consecutiva crise de choro de Soeiro. A mesma cena havia-se passado junto à casa do mesmo, agarrado à mulher, perante a aflição de Jorge que sabia ter a polí­cia à perna.(Carta de Hermí­nio F. Nunes, 14/7/2001)

Anúncios

Um pensamento sobre “II VOLUME – PRIMEIRA NOITE DE CLANDESTINIDADE DE SOEIRO PEREIRA GOMES E ATILANO DOS REIS (“JORGE REIS”)

  1. Uma cena bem cinematográfica… Gostei muito da descrição! Parabéns pela biografia e pelo blog.

Os comentários estão fechados.