UM LIVRO ESPECIAL

Um livro que me foi oferecido tem um significado muito especial. O livro, completamente esquecido, de A. Ferreira Soares, Casa Abatida, reeditado pela Guimarães nos anos cinquenta (?), tem uma dedicatória “à memória do meu filho o médico A. Carlos Ferreira Soares”. Não é comum um pai dedicar um livro a um seu filho adulto, nem que este o seja à “memória”, ou seja a um morto. Mas António Carlos Ferreira Soares não morreu de morte natural, mas sim assassinado pela PIDE em Julho de 1942.

Com o mesmo amigo que me ofereceu o livro, visitei há muitos anos, antes do 25 de Abril, a sua casa em Nogueira da Regedoura, onde foi morto com uma rajada de metralhadora, uma casa baixa,pouco visível, modesta, onde se mantinha um armário com os seus livros, e onde falei com familiares que o tinham conhecido bem. Um livro especial.

Anúncios