No blogue de João Tunes, Água Lisa publica-se LEMBRANDO A CENSURA, uma nota listando os autores censurados no jornal O Noticias da Amadora antes de 25 de Abril. Reproduz-se a nota em seguida:

LEMBRANDO A CENSURA

O Noticias da Amadora, semanário que, durante o fascismo e sob direcção de Orlando Gonçalves, representou uma voz de ampla difusão alternativa de opiniões discordantes, foi particularmente castigado pela Censura.

Pela colaboração naquele Semanário, passou muita gente do jornalismo, da crítica e da opinião antifascista.

Segundo se lê no último número deste periódico, é feito o apanhado da acção da Censura contra ele. O lápis azul dos censores, entre 1958 e 1974, cortou ou retalhou, 2.776 artigos ou notícias (2.108 tiveram cortes parciais, 668 foram cortados na íntegra). 502 autores e autoras viram escritos seus objecto da sanha censória.

Curioso é também lembrar o ranking dos autores e das autoras mais visados pela censura (com mais de 5 artigos censurados):

1º) Orlando Gonçalves – Censurado em 111 artigos,
2º) Correia da Fonseca – em 58,
3º) Soeiro Sarmento – em 49,
4º) João Tunes – em 26,
4º) Orlando César – em 26,
6º) Molarinho Jacinto – em 25,
7º) António dos Santos – em 24,
8º) António Caeiro – em 23,
9º) Sérgio Ribeiro – em 20,
10º) A-da-Maya – 17,
10º) José Freire Antunes – em 17,
12º) Fernando Dacosta – em 16,
12º) Joaquim Assunção Leal – em 16,
14º) Afonso Cautela – em 15,
14º) Arlindo Mota – em 15,
14º) Eufrázio Filipe – em 15,
14º) Manuel Azevedo – em 15,
18º) Antunes da Silva – em 13,
18º) Deodato dos Santos – em 13,
20º) Alice Nicolau – em 12,
20º) Eduardo Olímpio – em 12,
20º) Torres Rodrigues – em 12,
23º) Joaquim Benite – em 11,
23º) Manuel Geraldo – em 11,
23º) Manuel João Gomes – em 11,
23º) Rui Pires – em 11,
23º) Torquato da Luz – em 11,
28º) António Amaral – em 10,
28º) Eugénio Rosa – em 10,
28º) Helena Neves – em 10,
28º) Muradali Mamadhusen – em 10,
32º) Carlos Carvalhas – em 9,
32º) José Antunes Ribeiro – em 9,
34º) Afonso Praça – em 8,
34º) Agostinho Chaves Gonçalves – em 8,
34º) Francisco Marcelo Curto – em 8,
34º) J.J. Magalhães dos Santos – em 8,
34º) João Paulo Guerra – em 8,
39º) Arnaldo Pereira – em 7,
39º) Luís Ganhão – em 7,
39º) Raul Calado – em 7,
39º) Tito Lívio – em 7,
43º) A. Krusse Afallo – em 6,
43º) Alexandre Silva – em 6,
43º) António Rico – em 6,
43º) Fernando Marrazes – em 6,
43º) Fernando Sequeira – em 6,
43º) José João Louro – em 6,
43º) Lauro António – em 6,
43º) Leopoldo Gonçalves – em 6,
43º) M.F. Tavares Sousa – em 6,
43º) Mário Rodrigues – em 6,
43º) Vítor Ângelo – em 6.

Anúncios