Júlio Graça, escritor neo-realista, foi homenageado pela câmara de Vila Franca de Xira e pela Junta de Freguesia de Alhandra, a propósito dos seus 50 anos de actividade literária, simultaneamente com o lançamento da sua obra mais recente Crónica de Libertação da Etiópia.
Júlio Graça é natural de Vila Franca de Xira, onde nasceu em 1923, e autor de vários romances, alguns dos quais retratando a experiência fabril e os movimentos sociais da faixa industrial e rural ribeirinha do Tejo.

Buza (romance), 1954
Um palmo de Terra (romance), 1959
Operários Falam , 1973
Histórias de Prisão, 1975

Sobre a sua obra veja-se Maria do Sameiro Pedro , Um Escritor Em Alhandra – Apontamentos Sobre a Obra de Júlio Graça

Advertisements