MORTE DE FERRER CORREIA

Morreu Ferrer Correia, um dos juristas e académicos que aderiu ao MUD no imediato pós-guerra. Na sua necrologia no Público, faz-se referência ao seu

percurso coerente de defesa dos ideiais republicanos e académicos. Aluno brilhante, doutorou-se aos 27 anos com uma tese sobre o “Erro e interpretação na teoria do negócio jurídico” que lhe granjeou prestígio a nível internacional. As convicções políticas, contudo, haviam de lhe atrasar a carreira académica: em 1945, com outros mestres da Faculdade de Direito, como Manuel de Andrade, Teixeira Ribeiro e Eduardo Correia, aderiu ao Movimento de Unidade Democrática, o que lhe valeu ter de esperar dois anos pela abertura do concurso para Professor Extraordinário da instituição.

Anúncios