(Alpiarça, 30/4/1917- Lisboa, 17/72003)

Empregado de escritório, contabilista e escritor, membro do PCP desde 1935. Foi preso várias vezes , a última das quais em 20 de Janeiro de 1959, sendo libertado apenas em 21 de Julho de 1964. Dessa prisão deixou um depoimento escrito sobre as condições prisionais. O Avante! descreve-o como “sempre um lutador antifascista consequente, tendo passado mais de cinco anos nos calabouços da PIDE, frente a qual nunca se vergou” .
Depois do 25 de Abril esteve ligado ao Sector de Serviços e Hotelaria da ORL

Fontes :

Avante! , 31/7/2003

Entrevista ao Diário de Lisboa, 27/5/1974

Repressão / … [ilegível] de Janeiro, foi preso no emprego, o democrata Jacinto Martins, 4 Fevereiro 1959

Anúncios